Diagramação Raíz

Toda e qualquer alteração que se fizer necessária, deverá ser proposta à Diretoria Estatutária para que haja a ponderação.
Realização de 02 outubro 2016 | Autorização de Publicação 03 junho 2018.
Ultima transcrição publicada em 30/NOV/2019 | Comunicação.

Diagramação do Departamento

Diagramação do Departamento

Diagramação do Departamento

Diagramação do Departamento

Tema e Abordagens com demanda do Min.Palavra

Diagramação Completa

01/

MEMBRO

Fazem parte da Assembleia Regular e tem poder de decisão na associação. São dizimistas, e participantes ativos submetidos às regras acertadas pela associação destes, ante uma formação institucional.

02/

OBREIRO(A)

Os obreiros são supervisionados pelos diáconos e demais gestores da instituição. O Obreiro deve orar pelos enfermos, zelar/cuidar do templo, da casa de Deus, das atividades regulares; auxiliando os Ministros, Coordenadores, Auxiliares, Professores e Instrutores em toda boa obra que se fizer necessário. Suas demandas são direcionadas pelos Membros na Assembleia Regular. A escolha dos nomes, é realizada pelo setor cuja necessidade foi apresentada, e em Assembleia deve ser aprovado pelos membros.

03/

ADMINISTRAÇÃO

Uma equipe que sistematiza as práticas demandadas pela Diretoria. Do termo "administração", e/ou "gerência", ou seja, é o ato de administrar ou gerir negócios, pessoas ou recursos, com o objetivo de alcançar metas definidas. A escolha dos nomes, é realizada em Assembleia e deve ser aprovado pelos membros.

04/

PROMOTOR(A)

Esta função presta assistência em uma ou mais áreas da instituição, oferecendo informações que seja de interesse específicos, tais como: líder, coletivos da sociedade, individuais indisponíveis ou de incapazes. Não necessariamente participa da tomada de decisões ( à nível; Convenção, Associação, Instituição, Organização...), sempre será um gestor local de atividades em conjunto conforme o grau do fato. Deve ser uma pessoa antenada e sempre informada para conduzir, motivar e envolver a toda a igreja. É fundamental que o promotor busque pessoas que se unam ao trabalho dele, atraindo bons aliados. Atua diretamente no controle de :gestão de pessoas, administração de informações, organização de tarefas. Exemplo: Os Promotores podem ser de Missões, Encontros, Congressos e Eventos, e demais funções ou cargos a que se fizerem necessário. A escolha dos nomes, é realizada pelo setor cuja necessidade foi apresentada, e em Assembleia deve ser aprovado pelos membros.

05/

PROFESSOR(A)/ INSTRUTOR(A)

É um agente ativo na formação de um cidadão. Além de ser um educador, atuando como gestor da aprendizagem, o professor tem influência para orientar e motivar seus alunos desde o primeiro contato. A escolha dos nomes, é realizada pelo setor cuja necessidade foi apresentada, e em Assembleia deve ser aprovado pelos membros.

06/

AUXILIAR

Esta função presta assistência em uma ou mais áreas da instituição, auxiliando em suas atividades rotineiras, mas com tomadas de decisões em conjunto conforme o grau do fato, tais como: no controle de gestão, administração, organização, gerência de informações, revisão de documentos entre outras atividades. Exemplo: Os Auxiliares podem ser de Ministro, de Coordenação, de Administração, de Secretaria, de Missões, de Professor/Instrutor e demais funções ou cargos a que se fizerem necessário. A escolha dos nomes, é realizada pelo setor cuja necessidade foi apresentada, e em Assembleia deve ser aprovado pelos membros.

07/

INTERINO (A)

O interino é aquele que ocupa provisoriamente função ou cargo, na ausência ou impossibilidade de seu titular. Os interinos são supervisionados pelos diáconos e demais gestores da instituição. O Interino deve se ocupar de todas as atividades da função que lhe for confiada, de forma em se manter como disponível à auxiliar em toda boa obra que se fizer necessário. Suas demandas são direcionadas pelos Membros na Assembleia Regular. A escolha dos nomes, é realizada pelo setor cuja necessidade foi apresentada, e em Assembleia deve ser aprovado pelos membros.

08/

COORDENADOR(A)

Essa função é operacional. A pessoa que desempenha esta função é responsável por coordenar determinadas equipes da organização, e fazer com que as inúmeras atividades instituicionais sejam possiveis, zelando pelo bom funcionamento da instituição num todo. Sua competência é estar impulsionando para que sejam alcançadas as metas propostas pelos Ministros. A escolha dos nomes, é realizada em Assembleia e deve ser aprovado pelos membros.

09/

ADJUNTO(A)

Esta função presta assistência em uma ou mais áreas da instituição, auxiliando na tomada de decisões em atividades rotineiras, tais como: no controle de gestão, administração, organização, gerência de informações para divulgação (atual Spoilers; estrangeirismo, espólio), ação social, revisão de rotinas e documentos, visitação, recenseamento (atual Bait), evangelização, consolidação de trabalhos e tarefas a serem planejadas e executadas. Exemplo: Os Adjuntos podem ser de Ministro e de Coordenação. A escolha dos nomes, é realizada pelo setor. Deve ser indicada na Reunião de Obreiros para aprovação desta; para possível entrada na Pauta da Assembleia para votação da Igreja.

10/

DIÁCONO(ISA)

Os diáconos estão encarregados de executar o "serviço do ministério de Deus", auxiliando e ajudando na manutenção da ordem, cuidando da rotina e das atividades. A escolha dos nomes, é realizada em Assembleia e deve ser aprovado pelos membros.

11/

MINISTRO(A)

O Ministro da PALAVRA (Pastor e Seminarista) é visto como uma autoridade espiritual e eclesiástica. Pronto para cuidar de suas necessidades espirituais da área que lhe foi confiada, evangelizando, doutrinando, exortando nas boas práticas cristãs. Em Atos 20:28-31, estão discriminadas algumas atribuições específicas do pastor, tais como: apascentar a Igreja, refutar heresias doutrinárias e exercer vigilância contra pretensos opositores da obra da Igreja sempre apascentando. A figura do pastor é primordial para que a Igreja alcance seus propósitos, devendo o mesmo ter como modelo o próprio Jesus Cristo, qualificado como "o bom pastor". Em sua primeira carta universal, o apóstolo Pedro identificou Jesus Cristo como sendo o "Sumo Pastor" da instituição Igreja.

O Ministro das ARTES (antigo cargo único Música) hoje com pertinências de gestão da Música, do Teatro, do Desenho e Pintura (cenografia), da Dança, da Multimídia e Comunicação; submetidos ao apoio e cuidados espirituais do Ministério da Palavra , sempre que for solicitado.
O Ministro das MISSÕES (Missionário) é visto como referência por ter a chamada de Deus para este ministério; Espírito de servo; ter Fé para promover a fé , coragem e estar disposto na montagem de estratégias para para salvar outras pessoas; impulsionar ministérios de serviço, como educação, alfabetização, justiça social, assistência médica e desenvolvimento econômico, submetidos ao apoio e cuidados espirituais do Ministério da Palavra e Ministério das Artes, sempre que for solicitado.

 

Atribuições estas, com formação específica para gerir resistências,
por ser considerado um cargo de responsabilidade técnica.
A escolha destes nomes é realizada em Assembleia, e deve ser aprovado pelos membros.

12/

DIRETORIA

Uma equipe dirigida por um presidente, que direciona a instituição. A escolha dos nomes, é realizada em Assembleia e deve ser aprovado pelos membros.

estamos nas redes sociais

  • YouTube - PIBALDEIA
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

As informações, diretrizes e bases são de total responsalidade da PIBdaAldeia

Desenvolvedora Ludmila R. Travassos |  2018 Equip CentroCulturalArtStudio.com doação desta ferramenta de comunicação.
Se você deseja contribuir com as informações deste site. Clique aqui!